REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/36238
Tipo: Dissertação
Título: Egitomania, imaginário social e a imprensa inglesa do século XIX (1866-1876)
Autor(es): Santiago, Bárbara Isadora Resek
Primeiro Orientador: Cruz, Heloisa de Faria
Resumo: A presente dissertação analisou a expansão do fenômeno da egitomania através da atuação da imprensa de revistas inglesa entre os anos 1866 e 1876. Por meio da análise das representações sobre a Egito antigo em três importantes revistas da época, Belgravia, Bow Bells e The Athenaeum, buscou problematizar a importância da egitomania na conformação do imaginário social eurocêntrico na Inglaterra na época. A dissertação foi dividida em três partes, sendo que, a princípio no capítulo intitulado Os Ingleses, a Imprensa e a Egitomania, a discussão abordou a origem do termo e os sentidos do fenômeno da egitomania, bem como a expansão da imprensa vitoriana e sua importância na conformação da comunicação pública à época e na formação de um público de massa. Em seguida, no capítulo A Imprensa Inglesa de Revistas: Belgravia, Bow Bells e The Athenaeum, realizou-se uma análise quanto aos projetos editoriais e condições de produção, circulação e difusão das três revistas objeto desta pesquisa, isto é, Belgravia, Bow Bells e The Athenaeum, as quais foram fundadas no século XIX e traziam publicações literárias em capítulos e artigos científicos, históricos, do cotidiano, literários, além de identificar a amplitude das narrativas relacionados ao antigo Egito presentes em tais publicações. Por fim, no capítulo O Egito nas representações de papel as menções ao antigo Egito presentes em cada uma das revistas foram examinadas mais detalhadamente e, por meio dos conceitos de imaginário e orientalismo, discutiu-se de que maneira o passado do Egito impacta os leitores da Inglaterra vitoriana, buscando, assim, problematizar a força das revistas na constituição de um determinado imaginário sobre o antigo Egito em diferentes camadas do público leitor da época
Abstract: The present dissertation analysed the expansion of the phenomenon of Egyptomania through the role of the British magazine press between the years 1866 and 1876 and sought to problematize the importance of Egyptomania in the formation of the Eurocentric social imaginary in England at the time. The dissertation was divided into three parts, and, at first in chapter entitled The English, the Press and Egyptomania, the discussion addressed the origin of the term and the meanings of the phenomenon of Egyptomania, as well as the expansion of the Victorian press and its importance in the conformation of public communication at the time and in the formation of a mass public. Then, in chapter The British Magazine Press: Belgravia, Bow Bells and The Athenaeum, an analysis was carried out regarding the editorial projects and conditions of production, circulation and diffusion of the three magazines object of this research, that is, Belgravia, Bow Bells and The Athenaeum, which were founded in the 19th century and brought literary publications in chapters and scientific, historical, everyday, literary articles, in addition to identifying the breadth of narratives related to ancient Egypt present in such publications. Finally, in chapter Egypt in paper representations, the references to ancient Egypt present in each of the magazines were examined in more detail and, through the concepts of imaginary and orientalism, it was discussed how Egypt's past impacts readers in Victorian England, thus seeking to problematize the strength of magazines in the constitution of a certain imaginary about ancient Egypt in different layers of the reading public at the time
Palavras-chave: Egitomania
Inglaterra Vitoriana
Eurocentrismo
Imprensa de Revistas Inglesa
Egyptomania
Victorian England
Eurocentrism
British Magazine Press
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Sociais
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Santiago, Bárbara Isadora Resek. Egitomania, imaginário social e a imprensa inglesa do século XIX (1866-1876). 2023. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2023.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/36238
Data do documento: 23-Mai-2023
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Barbara Isadora Resek.pdf3,96 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.