???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3824
Tipo do documento: Dissertação
Título: Mulheres do partido alto - elegância, fé e poder: um estudo de caso da Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte
Autor: Conceição, Joanice Santos 
Primeiro orientador: Junqueira, Carmen Sylvia de Alvarenga
Resumo: Este trabalho é uma pesquisa sobre a Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte, organização criada no final do século XVIII, por um grupo de mulheres negras que vieram da diáspora africana. Sua fundação ocorreu na cidade de Salvador, no bairro da Barroquinha tendo se transferido posteriormente para o município de Cachoeira, no recôncavo baiano. Entende-se que há neste caso, um sinal que a diferencia das demais irmandades negras existentes no Brasil -a exclusividade de gênero. As técnicas utilizadas na pesquisa, além da observação participante, constaram também de entrevistas semi-estruturadas, isto por entender que essa técnica contempla a forma de conceber e interpretar a visão de mundo das integrantes da irmandade, que é ao mesmo tempo individual e coletiva, formando assim, a identidade do grupo. A interpretação dos dados tem como referência noções de memória proposta por Halbwachs e Pollak e foram utilizados também autores como Renato da Silveira, João Reis, Josildeth Consorte e Teresinha Bemardo. A constituição de um espaço formado apenas por mulheres - como ocorre com a Irmandade da Boa Morte, aciona mecanismos divergentes do modelo de irmandades que temos conhecimentos. Nestas os papéis desempenhados pelas mulheres, apesar de importantes para o sucesso da organização, eram pouco visíveis. Este trabalho contribui para a discussão sobre a atuação feminina nos organismos religiosos do Brasil ao tentar analisar a participação das mulheres nas irmandades negras no contexto do período colonial. Por se tratar de um fato particular entre as irmandades mistas, conclui-se que seus resultados demonstram que a Boa Morte constitui um esforço incomensuráreis, no sentido de garantir, por meio dos cultos católicos, a preservação de um dos traços mais significativos da cultura africana: culto à morte, possibilitando a continuidade da vida, através dos ancestrais
Abstract: This work is a research on the Sisterhood of our Lady of Good Death (Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte), an organization created in the end of the 18th century by black women who came with the African diaspora. Its foundation happened in the city of Salvador, in the Barroquinha district and was later transferred to the county of Cachoeira, a large fertil area in Bahia. There is, in this case, a characteristic that distinguishes this sisterhood from other existing black fraternities in Brazil - the exclusivity of gender. The techniques used in the research, besides that of participating observation, also included semi-structured interviews, due to the understanding that this technique contemplates the form of conceiving and interpreting the world view shared by the members of the Sisterhood, which is both individual and collective, forming in such a way, the identity of the group. The interpretation of data takes as reference notions of memory proposed by Halbwachs and Pollak and other authors as Renato da Silveira, João Reis, Josildeth Consorte and Teresinha Bernardo were also consulted. The constitution of a space formed only by women - as it happens in the Sisterhood of Good Death, triggers mechanisms that diverge from models of fraternities of which we have knowledge. In the latter, the roles played by women, in spite of their importance in guaranteeing the success of the organization, were little visible. This work contributes to the discussions on the participation of women in religious groups in Brazil, as it attempts to analyse the performance of women in the black fraternities in the context of the Colonial Period. Because of its singularity among the mixed fraternities, the conclusions demonstrate that the results obtained by Good Death constitute an incommensurable effort towards guaranteeing, by means of Catholic cults, the preservation of one of the most significant traces of the African culture: the cultivation of death, making the continuation of life possible, through ancestry
Palavras-chave: Irmandade
Morte
Vida
Continuidade
Memória
Católico
Candomblé
Ancestrais
Mulheres
Negras
Fraternity
Death
Life
Continuity
Memory
Catholicism
Candomblé
Ancestors
Women
Black women
Irmandades -- Bahia, BA
Irmandade negra
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Conceição, Joanice Santos. Mulheres do partido alto - elegância, fé e poder: um estudo de caso da Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte. 2004. 193 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2004.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3824
Data de defesa: 26-Jun-2004
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Joanice Santos Conceicao.pdf9,52 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.