REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/3891
Tipo: Dissertação
Título: Mecanismos de sociabilidade Enawene Nawe e o papel da Opan - Operação Amazônia Nativa na defesa do território
Autor(es): Passos, Pedro Henrique Martins da Costa
Primeiro Orientador: Junqueira, Carmen Sylvia de Alvarenga
Resumo: No Brasil, hoje, existem mais de duzentos povos indígenas, falantes de cerca de cento e setenta línguas diferentes, totalizando uma população em torno de trezentos e cinqüenta mil indivíduos aldeados. Boa parte deste contingente populacional se concentra na Amazônia Legal, onde o processo de globalização econômica tem acelerado a implementação de modelos de desenvolvimento, geradores de prejuízos sociais e ambientais para o país, incomensuravelmente maiores que os eventuais lucros concentrados nas mãos de muito poucos beneficiários. Neste quadro, a enorme diversidade étnica do país tem se defrontado com diversas formas predatórias de exploração das riquezas naturais e/ou culturais desses povos, como a pirataria genética, o garimpo desenfreado, a extração indiscriminada de madeiras de lei e a implementação de projetos agro-industriais que devastam grandes áreas e rapidamente esgotam as terras. Os Enawene Nawe são um dos muitos povos atualmente ameaçados por esses modelos. As práticas econômicas desenvolvidas no entorno da Terra Indígena Enawene Nawe incluem a atividade madeireira, as grandes queimadas para a formação de pastagens, o garimpo e a agro-indústria da soja. A degradação das áreas limítrofes ao território, como a poluição das cabeceiras dos rios e o uso abusivo de agrotóxicos, afetam diretamente as atividades produtivas deste povo. Muito freqüentemente, essas frentes predatórias de expansão invadem o território enawene nawe, uma das últimas áreas preservadas da região norte de Mato Grosso. Os responsáveis por isto, agridem não apenas o povo Enawene Nawe, mas também o meio ambiente e até mesmo as leis brasileiras, uma vez que essas terras estão demarcadas, homologadas e registradas no Patrimônio da União. Neste contexto, a Opan Operação Amazônia Nativa, entidade civil, com sede em Cuiabá, desenvolve vários projetos de trabalho junto às comunidades indígenas na Amazônia Legal, atua também junto aos Enawene Nawe. Através de uma equipe de trabalho, a Opan tem sido uma referência para este povo ao promover atividades nos campos da Saúde, Economia, Educação e Defesa do Território. Os Enawene Nawe, apesar do relativo isolamento geográfico em que se encontram, relacionam-se também com outras instâncias de nossa sociedade como, o governo brasileiro, a Funai Fundação Nacional do Índio, a Prefeitura de Brasnorte, a indústria madeireira, os garimpeiros, os colonos das fazendas próximas, a população regional, e também com seus vizinhos Myky, Nambikwara e Rikbaktsa. Além disso, a inserção de novas tecnologias, como motores de popa, e de novos elementos no campo material e simbólico, compõem um panorama que se torna complexo, ora mudando ou ora reforçando os mecanismos de sociabilidade desta sociedade. Entender esse contexto e como os Enawene Nawe respondem aos desafios que lhes são impostos, ao mesmo tempo em que, atores sociais que são, também oferecem propostas, é o objetivo deste trabalho.
Abstract: Nowadays there are more than two hundred Indian tribes in Brazil, who speak around a hundred seventy different languages. These tribes have a total of about three hundred fifty thousand individuals. Most of them gather in Legal Amazonia, where the globalization economic process has raced the implementation of development models, responsible for social and environmental losses in the country. They are immeasurably bigger than the profits concentrated for a few beneficiaries. In this situation, the huge ethnic diversity in the country has faced several predatory ways of natural and/or cultural values from these tribes, such as the genetic piracy, the non-stop mining, the unpunished wood cutting and the implementation of projects agro-industrial which devastate large areas and deplete the land fast. The Enawene Nawe is one of the many Indian tribes that have been threatened by these models nowadays. The economic practices developed around the Enawene Nawe land include wood cutting, the huge forest burnings for pastures, the mining and the soy agro-industry. The degradation of the bordering areas to the territory, such as the pollution of the headboard of the rivers and the abusive use of agrochemical products are hazardous for the productivity activities of this people. This predatory front frequently invades the Enawene Nawe territory, which is one of the last preserved areas in the region in the north of Mato Grosso. The responsible people for these problems do not only cause harm for the Enawene Nawe but they also damage the environment and even break the Brazilian laws once these lands are demarcated and registered as the Union Patrimony. For this reason, the Opan Operação Amazônica Nativa (Native Amazonian Operation), a civil entity, with its headquarters in Cuiabá, which develops many work projects with the Indian communities in Legal Amazônia, also works with the Enawene Nawe. Through a team Opan has been a reference for this tribe as they promote activities in Health, Economy, Education and Territory Defence. Despite the geographic isolation of the Enawene Nawe, they also participate in other issues related to our society, such as our government, The Funai Fundação Nacional do Índio (Indian National Foundation), the Brasnorte City Hall, the wood cutting industry, the miners, the colonists, the farms nearby, and also with their Myky Nambikwara and Rikbaktsa neighbors. Besides, the use of new technology, such as boat engines and of new elements in the material and symbolic fields compose a panorama which becomes complex, eventually changing or reinforcing the mechanisms of sociability in this society. The objective of this work is to understand how the Enawene Nawe react to these challenges which they face at the same time as social workers also offer them proposals.
Palavras-chave: antropologia
índios
território
Índios saluma
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Passos, Pedro Henrique Martins da Costa. Mecanismos de sociabilidade Enawene Nawe e o papel da Opan - Operação Amazônia Nativa na defesa do território. 2005. 173 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3891
Data do documento: 20-Mai-2005
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Mecanismos de Sociabilidade e o papel da OPAN Operacao Ama.pdf
  Restricted Access
1,74 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.