REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/39510
Tipo: Dissertação
Título: Lembranças, esquecimentos e representações: as construções de memórias de Maria Firmina dos Reis (1822-2022)
Título(s) alternativo(s): Memories, forgetfulness and representations: Maria Firmina dos Reis' memory constructions (1822-2022)
Autor(es): Mendonça, Renata Toledo Piza de
Primeiro Orientador: Matos, Maria Izilda Santos de
Resumo: Esta dissertação procura debater como a escritora maranhense Maria Firmina dos Reis (1822/25-1917) é lembrada e celebrada por diferentes grupos sociais no século XX e nas primeiras décadas do XXI. Para isso, investigam-se representações produzidas sobre ela entre 1975 e 2022, analisando como se manifestam nas comemorações de datas importantes de sua biografia. Nessa análise busca-se identificar e refletir sobre as permanências e as transformações nos processos de construção das lembranças e dos esquecimentos em torno de sua vida e obra. Tal exame se dá em articulação com os conceitos de Liberdade e de Opressão trabalhados pela própria autora no livro “Úrsula” (1859/1860). Nesse sentido, a pesquisa envolve a análise de fontes produzidas e/ou tornadas públicas em efemérides da biografia de Maria Firmina dos Reis, pois se entende ao longo do estudo que datas comemorativas são como marcos temporais capazes de funcionar como guias, que podem levar o observador a registros do cotidiano de grupos sociais, dos modos e interesses de seus sujeitos e de fragmentos de suas memórias individuais e coletivas. Dessa forma, são analisados livros, materiais publicados na imprensa, imagens e atos celebrativos produzidos em 1975, por ocasião das comemorações pelos 150 anos de nascimento da autora; em 1988, centenário da Abolição, por ocasião da segunda edição póstuma do livro “Úrsula”; em 2017, em decorrência do centenário de sua morte; em 2020 e em 2022, respectivamente, pelos 198 e 200 anos de seu nascimento. Esta dissertação busca contribuir em uma nova perspectiva para a historiografia firminiana ao propor a reconstituição e análise de memórias de Maria Firmina dos Reis, abordando tanto o processo de construção das lembranças como o processo ativo de construção de esquecimentos sobre a maranhense. Ao mesmo tempo, procura identificar as forças que movem grupos e sujeitos produtores das representações e dos documentos analisados, suas práticas sociais, as interpretações que fizeram – e fazem – de Maria Firmina dos Reis e suas apropriações de “Úrsula”, apreendidas no diálogo com as fontes
Abstract: This thesis seeks to discuss how writer Maria Firmina dos Reis (1822/25-1917) from Maranhão is remembered and celebrated by different social groups in the 20th century and in the first decades of the 21st century. For this purpose, representations produced about her between 1975 and 2022 are investigated, analyzing how they manifest themselves in the celebrations of important dates in her biography. This analysis seeks to identify and reflect on the permanencies and transformations in the construction processes of memories and forgetfulness around her life and work. Such examination takes place in articulation with the concepts of Freedom and Oppression worked by the author herself in book “Úrsula” (1859/1860). In this sense, the research involves the analysis of sources produced and/or made public in ephemeris of the biography of Maria Firmina dos Reis, as it is understood throughout the study that commemorative dates are like time frames capable of functioning as guides, which can lead the observer to records of the daily life of social groups, the ways and interests of their subjects and fragments of their individual and collective memories. In this way, books, materials published in the press, images and celebratory acts produced in 1975, on the occasion of the celebrations for the 150th anniversary of the author's birth, are analyzed; as well as those produced in 1988, the centenary of Abolition, on the occasion of the second posthumous edition of book “Úrsula”; in 2017, due to the centenary of her death; in 2020 and 2022, respectively, on the 198th and 200th anniversary of her birth. This thesis seeks to contribute a new perspective to the historiography of Firmina by proposing the reconstitution and analysis of memories of Maria Firmina dos Reis, approaching both the process of construction of memories and the active process of construction of forgetfulness about such woman from Maranhão. At the same time, it seeks to identify the forces that move groups and subjects that produce the representations and documents analyzed, their social practices, the interpretations they made – and still make – of Maria Firmina dos Reis and their appropriations of “Úrsula”, apprehended in the dialogue with the sources
Palavras-chave: Maria Firmina dos Reis
História cultural
História das mulheres
Memória
Esquecimento
Representação
Maria Firmina dos Reis
Cultural history
History of women
Memory
Forgetfulness
Representation
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Sociais
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Mendonça, Renata Toledo Piza de. Lembranças, esquecimentos e representações: as construções de memórias de Maria Firmina dos Reis (1822-2022). 2023. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2023.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/39510
Data do documento: 14-Abr-2023
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Renata Toledo Piza de Mendonça.pdf2,32 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.