REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/39689
Tipo: Tese
Título: Neoliberalismo em jogo: o discurso neoliberal nos vídeo games entre os anos 80 à 2000
Autor(es): Caron, Giuseppe Rafael
Primeiro Orientador: Reis, Carla Longhi
Resumo: Esta pesquisa apresenta por tema a discussão das relações da ideologia neoliberal com a indústria de vídeo games. Para tanto foram utilizados como objetos do trabalho, jogos que demonstram relevância em seu tempo e que apresentaram inovações na narrativa, na capacidade gráfica e jogabilidade. Sendo assim os jogos selecionados foram: o Super Mario Bros. (NINTENDO, 1985), Sonic the Hedgehog (SEGA, 1991), Doom (ID SOFTWARE, 1993) e a trilogia da franquia Grand Thelf Auto (ROCKSTAR) para os consoles da 6ºgeração (Playstation 2, Xbox e Game Cube). Por ser uma fonte inovadora foi necessário a utilização de metodologias que pudessem conversar com minha fonte, logo foi utilizada a Retórica procedural do professor Ian Bogost e o Worldplay (Jogos de Palavras) do professor Christopher A. Paul no qual, foram de importância para poder entender a jogabilidade dos games. Já no caso da questão do neoliberalismo foi imprescindível as obras de Christian Laval e Pierre Dardot. Nesse sentido, por objetivo a pesquisa busca demostrar a compreensão de como o discurso neoliberal (principalmente aquele referente ao Homem-Empresa) veio se enraizando dentro de nossa sociedade e como os as mecânicas dos jogos eletrônicos vão reforçando isso. Após quatro anos de trabalho, foi possível chegar nas seguintes hipóteses: Algumas mudanças nas narrativas e jogabilidade ocorreram por causa da crescente neoliberal no mundo, além do que a banalização da violência, principalmente na mídia digital, fato esse que se devem pelas formas não ortodoxas de como o neoliberalismo se impõem, pelas permissões do Homem-Empresa de desviar-se moralmente, e por último, como o trabalho vem se tornando mais penoso para o trabalhador em decorrência a uma “libertação” da figura de autoridade no trabalho e pelo relógio, mas que acaba substituindo por uma auto vigia. Sendo assim, como podemos ver esse trabalho conclui que o neoliberalismo já criou raízes em nossa sociedade e os jogos são um meio importante para observarmos esse processo
Abstract: This research presents as its theme the discussion of the relations between neoliberal ideology and the video game industry. For this purpose, games that demonstrate relevance in their time and that presented innovations in the narrative, graphic capacity and gameplay were used as objects of the work. So, the selected games were: Super Mario Bros. (NINTENDO, 1985), Sonic the Hedgehog (SEGA, 1991), Doom (ID SOFTWARE, 1993) and the trilogy of the Grand Thelf Auto franchise (ROCKSTAR) for the 6th generation consoles (Playstation 2, Xbox and GameCube). Because it is an innovative source, it was necessary to use methodologies that could talk to my source, such as: “Procedural Rhetoric” from Professor Ian Bogost's and the “Wordplay” from Professor Christopher A. Paul, in which they were of importance to be able to understand the gameplay of each game. In the case of the issue of neoliberalism, the works of Christian Laval and Pierre Dardot were essential. In this sense, In this sense, In this sense, the objective of the research is to demonstrate the understanding of how the neoliberal discourse (mainly that referring to the Man-Company) has been taking root within our society and how the mechanics of electronic games reinforce this. After four years of work, it was possible to achieve the following hypotheses: Some changes in the narratives and gameplay occurred because of the neoliberal growth in the world, beyond that the trivialization of violence, mainly in digital media, a fact that is due to the unorthodox forms of how neoliberalism is imposed, by the permissions of the ManCompany to deviate morally, and finally, how work has become more painful for the worker as a result of a “liberation” from the figure of authority at work and from the clock , but who ends up replacing it with a self-guard. Therefore, as you can see, this work concludes that neoliberalism has already taken root in our society and games are an important way for us to observe this process
Palavras-chave: Neoliberalismo
Vídeo game
Homem-empresa
Neoliberalism
Video games
Man-company
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Sociais
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Caron, Giuseppe Rafael. Neoliberalismo em jogo: o discurso neoliberal nos vídeo games entre os anos 80 à 2000. 2023. Tese (Doutorado em História) - Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2023.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/39689
Data do documento: 31-Mai-2023
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Giuseppe Rafael Caron.pdf2,46 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.