REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/39721
Tipo: Tese
Título: A plataformização das infâncias na educação infantil pública paulistana durante a pandemia do coronavírus
Autor(es): Arantes, Priscila Barbosa
Primeiro Orientador: Segurado, Rosemary
Resumo: Esta tese tem como objetivo promover uma reflexão sobre os principais desafios trazidos pela pandemia do coronavírus na perspectiva do ensino remoto adotado para a Educação Infantil pública paulistana através da internet e seus desdobramentos nos lares das crianças, assim como dissertar sobre o surgimento do ensino híbrido para a primeira etapa da educação básica e suas consequências. A pesquisa se inicia com a reflexão sobre a primeira etapa da educação básica – Educação Infantil a partir dos quatro anos – e se amplia também ao atendimento dos bebês e das crianças pequenas, de zero a três anos, que tiveram contas nominais de e-mail criadas em uma plataforma virtual na Prefeitura de São Paulo, para que lhes fossem proporcionadas vivências online a serem realizadas nos lares, com intermediação das famílias, durante o período de isolamento social ocasionado pela pandemia. Dentre os tópicos discutidos estão as Referências sobre o Conselho Nacional de Educação e a proposta do cômputo de horas letivas durante a pandemia, manifestos contra decisões escolarizantes – que não priorizavam os pilares estruturantes da Educação Infantil, as interações e as brincadeiras trazidas pelo Conselho Nacional para a Educação Infantil e suas respectivas manifestações contrárias por diversos fóruns sociais; a perspectiva paulistana sobre a adoção de uma plataforma institucional e outras maneiras de desenvolvimento do ensino remoto, que além de suas implicações, também trazem a necessidade de uma reflexão sobre os conceitos de “plataformização”, “capitalismo de vigilância”, “recursos educacionais abertos” e sobre o direito à conectividade como ferramenta cidadã. A metodologia é o relato de experiência, as vivências ressignificadas, vistas com o próprio olhar e em diálogo com outros contextos inspiradores, colocando a partilha que traz a pesquisadora como sujeito e suas experiências do vivido oferecendo elementos para reflexão em situações análogas
Abstract: This thesis aims to promote a reflection on the main challenges brought about by the coronavirus pandemic in the perspective of remote teaching adopted for public Early Childhood Education in São Paulo through the internet and its consequences in children's homes, as well as to discuss the emergence of hybrid teaching for the first stage of basic education and its consequences. The research begins with a reflection on the first stage of basic education - Early Childhood Education from the age of four - and also extends to the care of babies and small children, from zero to three years old, who have had nominal email accounts created on a virtual platform in the São Paulo City Hall, so that they could be provided with online experiences to be carried out at home, with the intermediation of families, during the period of social isolation caused by the pandemic. Among the topics discussed are the References on the National Council of Education and the proposal to calculate school hours during the pandemic, manifestos against schooling decisions - which did not prioritize the structuring pillars of Early Childhood Education, interactions and games - brought by the National Council for Early Childhood Education and their respective opposing manifestations by various social forums, the São Paulo perspective on the adoption of an institutional platform and other ways of developing remote teaching, which, in addition to their implications, also bring the need for a reflection on the concepts of “platformization”, “surveillance capitalism”, “open educational resources” and on the right to connectivity as a citizen tool. The methodology is the experience report, the resignified experiences, seen with one's own eyes and in dialogue with other inspiring contexts, placing the sharing that brings the researcher as a subject and her experiences of the lived offering elements for reflection in similar situations
Palavras-chave: Plataformização
Capitalismo de vigilância
Educação infantil
Ensino remoto
Ensino híbrido
Plataforma institucional.
Platformization
Surveillance capitalism
Child education
Remote learning
Hybrid teaching
Institutional platform
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Sociais
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Arantes, Priscila Barbosa. A plataformização das infâncias na educação infantil pública paulistana durante a pandemia do coronavírus. 2023. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2023.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/39721
Data do documento: 30-Ago-2023
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Priscila Barbosa Arantes.pdf1,1 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.