REPOSITORIO PUCSP Monografias Lato Sensu (Especialização e MBA) Monografias Lato Sensu (em Processamento)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/39912
Tipo: Monografia de Especialização
Título: A perda da fantasia amorosa e o luto do ideal de amor: o que resta depois do "felizes para sempre"?
Autor(es): Abramvezt, Lucy de Oliveira Reis
Primeiro Orientador: Klain, Wilson
Resumo: O presente artigo se caracteriza como um ensaio com o intuito de investigar a relação entre fantasia, amor e seus desdobramentos na relação conjugal, na psicanálise freudiana. Através de revisão de literatura, o texto busca fazer um panorama do vínculo amoroso e sua construção sócio-histórica-cultural se debruçando a pensar sobre impasses entre amores idealizados e amores possíveis. Quais recursos se tem frente aos impasses do conjugal?
Palavras-chave: Amor
Romantismo
Psicanálise freudiana
Casamento
Conjugalidade
Luto
Ideal de amor
Fantasia amorosa
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Especialização em Teoria Psicanalítica
Citação: Abramvezt, Lucy de Oliveira Reis. A perda da fantasia amorosa e o luto do ideal de amor: o que resta depois do "felizes para sempre"?. 2022. Monografia de Especialização (Especialização em Teoria Psicanalítica) - Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2022.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/39912
Data do documento: 6-Dez-2022
Aparece nas coleções:Monografias Lato Sensu (em Processamento)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Lucy de Oliveira Reis Abramvezt - Monografia.pdf225,26 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.