REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/4040
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorVéras, Maura Pardini Bicudo-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787161J6por
dc.contributor.advisor1Bógus, Lucia Maria Machado-
dc.date.accessioned2016-04-26T14:57:34Z-
dc.date.available2010-10-21-
dc.date.issued1991-11-30-
dc.identifier.citationVéras, Maura Pardini Bicudo. O bairro do Brás em São Paulo: um século de transformações no espaço urbano ou diferentes versões da segregação social. 1991. 823 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1991.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/4040-
dc.description.resumoO estudo procurou revelar, à luz de uma determinada ótica teórica sobre o espaço construído, a verdadeira face da questão urbana em São Paulo. Através de dados secundários, fontes bibliográficas, documentos oficiais e de pesquisa de campo sobre cortiços no Brás, bem como relatos de memórias de moradores, procurou-se examinar a construção e transformação da cidade ao longo do século (2890-2990), apreendidas pelo bairro do Brás, mostrando as condições de vida dos habitantes da maior metrópole da América Latina. Revelou-se o processo de segregação sócio-espacial como resultante do jogo dos agentes Capital, Estado e Trabalho em curso no país. As mudanças do bairro refletem diferentes etapas do processo capitalista no Brasil, processos que moldaram o espaço urbano e se representaram por diferentes configurações. Até os anos 20 deste século, bairro de imigrantes notadamente italianos, com suas habitações operárias, cortiços, hábitos peculiares. Nas décadas de 30 e 40 passou por grande apogeu comercial. Seu esvaziamento, e chamada deterioração datam da década de 50, por efeito das transformações da metrópole industrial, das alterações do seu sistema viário e pelos fluxos migratórios nacionais, que marcam o começo da nordestinização. Com a implantação do Metrô, nos meados da década de 70, o bairro se descaracteriza, recrudesce o encortiçamento e seu feitio cultural é nordestino., com suas feiras, seus ambulantes. Bairro de excluídos , tanto antes como hoje, através dele, a cidade capitalista revela sua face discriminatória, a segregação. Começa a ser ocupado pelas rendas médias torre de edifícios da COHAB SP, caracterizando novamente a expulsão dos mais pobres, por efeito dos planos de renovação urbana. A memória representou pois, recurso importante na reconstrução da história urbana, documentando, pois, os processos descritos neste trabalhopor
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/12793/Maura%20Pardini%20Bicudo%20Veras.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentCiências Sociaispor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociaispor
dc.rightsAcesso Restritopor
dc.subjectBairro do Bráspor
dc.subjectBras (Sao Paulo, SP) -- Historiapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADASpor
dc.titleO bairro do Brás em São Paulo: um século de transformações no espaço urbano ou diferentes versões da segregação socialpor
dc.typeTesepor
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maura Pardini Bicudo Veras.pdf
  Restricted Access
48,98 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.