???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4251
Tipo do documento: Tese
Título: A construção de vínculos religiosos na cibercultura: a ciber-religião
Autor: Miklos, Jorge 
Primeiro orientador: Baitello Junior, Norval
Resumo: Esta pesquisa tem por escopo abarcar o fenômeno da mídia religiosa e da religião midiática na conjuntura da ciber-religião. O aspecto pesquisado volta-se para compreender a mídia religiosa e a midiatização da religião a partir do contexto da modernidade e a usurpação pela mídia religiosa, em particular, os meios de comunicação eletrônicos interativos (mais precisamente, os computadores e outras tecnologias capazes de rede) do poder divino e as implicações religiosas e midiáticas das experiências religiosas na rede. A problemática central da pesquisa assenta-se na relação entre duas categorias: o midiático e o religioso. A pergunta que motivou a pesquisa foi: Que alterações as experiências religiosas sofrem quando se deslocam para o ambiente virtual do ciberespaço? A hipótese inicial concentra-se na ideia de que há uma dupla contaminação (intradevoramento) entre religião e mídia, isto é, os formatos midiáticos se apropriam de elementos religiosos e as religiões instrumentalizam a mídia a serviço de seus interesses. Ocorre uma mútua interpenetração: a religião midiatiza-se e simultaneamente a mídia é sacralizada. Nesse sentido, observa- se dois fenômenos: o primeiro é que os meios de comunicação eletrônicos interativos devoram elementos divinos (a mídia sacraliza-se) e a religião midiatiza-se; o segundo fenômeno constatado é que ao ser importado para o campo midiático do ciberespaço, a experiência religiosa sofre profundas alterações. Na ciber-religião ocorre a abolição do corpo físico e a anulação do espaço material, dois fatores tradicionais tanto para a experiência religiosa como para os eventos comunicacionais. O campo de investigação é a Ciência da Comunicação,um território fecundo para o entrelaçamento de olhares epistemológicos diferentes. Devido à natureza híbrida do objeto de análise, o referencial teórico da pesquisa utiliza como alicerce conceitual o aporte teórico delineado pela Semiótica da Cultura do professor Ivan Bystrina, da Teoria da Mídia de Harry Pross e Vilém Flusser, na formulação de um conceito de comunicação pela estruturação cultural dos textos simbólicos a partir da leitura de processos de vínculos comunicativos, de Norval Baitello Junior, e dos estudos de mediosfera e o seu lugar no imaginário religioso midiático, de Malena Segura Contrera. Para compreensão do fenômeno religioso, recorre-se aos conceitos delinados por Mircea Eliade e Joseph Campbell. A pesquisa apoia-se também nas obras de teóricos da cibercultura como Paul Virilio e Eugênio Trivinho, bem como em estudiosos da contemporaneidade, em áreas ligadas à comunicação, como Zygmunt Bauman e David Harvey. Os conceitos de tempo-espaço sagrado e profano, religare, cibercultura, cyberspace, dromocracia, glocal, compressão espaço-tempo são necessários para compreensão do advento das experiências religiosas ambientadas no ciberespaço. O corpus de análise referente a esse aspecto deu- se no âmbito de algumas práticas comunicativas presentes em ambientes virtuais que possibilitem experiências religiosas tais como a constituição dos novos ciber-rituais como as velas virtuais, velórios virtuais, terços virtuais e peregrinações virtuais
Abstract: This research aims to compromise the phenomenon in the religious media and the mediatic religion in the conjuncture of the cyber-religion. The researched feature is to understand the religious media and the mediatization of the religion from the context of modernity and the usurpation through the religious media, specially the means of interactive and the electronic means of communication (most computers and other technologies that use the net) of the divine power and the religious and mediatic religions in the net religious experiences. The main problem in the research is set between two categories: the mediatic and the religious. The question that has motivated the research was: what changes religions have when they start their cyberspace virtual environment. The first hypothesis concentrates on the idea that there is a double contamination between religion and media, that is, the mediatic formats get the religious elements and religions use the media for their own benefits. There is a mutual interpenetration: religion gets into the media and simultaneously the media is sacralized. Thus, we observe two phenomena: the first one is that the interactive electronic means of communications get all the divine elements (the media sacralizes itself) and the religion mediates itself; the second testified phenomenon is that the religious experiences in the cyber-space (the cyber-religion) has the phenomenon of body abolition and space invalidation, two essential features not only for the religious experience but also for the communication events. The area of investigation is the Communication Science, a productive area for the interlacement of epistemological and different looks. On account of the hybrid nature of analysis objects, the theorical reference of the research uses, as a conceptual foundation, the theorical help planned by the Semiotics of Culture by professor Ivan Bystrina, Media Theory of Harry Pross and Vilém Flusser, in the formulation of communication concept for the cultural structure of symbolic texts as from the reading of processes of communication bonds by Norval Baitello Junior, the mediosfera studies, and its place in the mediatic religious imagination by Malena Segura Contrera. For the understanding of the religious phenomenon one should go to the delineated concepts by Mircea Eliade and Joseph Campbell. The research is also supported by works of cyber-culture theorists like Paul Virilio and Eugenio Trivinho, as well as in contemporaneity studious people, in areas linked to communication, such as Zygmunt Bauman and David Harvey. The concepts of sacred and profane space and time, religare, cyberculture, cyberspace, democracy, glocal, and compression of space and time are necessary for the understanding of the advent of religious experiences adapted to the cyberspace. The corpus of analysis referring to this feature has come through some communication practices that are in the virtual environments that allow religious experiences such as the constitution of new cyber-rituals as the virtual candles, virtual wakes, virtual beads and virtual pilgrimages
Palavras-chave: Teoria da mídia
Mídia e religião
Cibercultura
Ciber-religião
Media theory
Media and religion
Cyberculture
Cyber-religion
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Miklos, Jorge. A construção de vínculos religiosos na cibercultura: a ciber-religião. 2010. 145 f. Tese (Doutorado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4251
Data de defesa: 29-Oct-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jorge Miklos.pdf1,88 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.