???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4443
Tipo do documento: Tese
Título: Cartografias midiáticas: o corpomídia na construção da memória da dança
Autor: Camargo, Andréia Vieira Abdelnur 
Primeiro orientador: Katz, Helena Tânia
Resumo: Esta tese versa sobre o papel do jornalismo cultural na reativação do grupo paulista de dança Pró-Posição. A partir das tensões entre duas mídias principais, jornalismo cultural e corpo (aqui proposto como mediador e agente da cultura), ambas entendidas como corposmídia em relação (KATZ & GREINER, 2001, 2003, 2004, 2005), defendemos a hipótese de que a memória da dança é uma cartografia de mapas midiáticos capazes de gerar continuidade entre passado e presente, fora da leitura causal e linear de uma historiografia positivista. O Grupo Pró-Posição surgiu em 1973, atuou até 1983, realizou algumas aparições pontuais na década de 1990 e, em 2008, foi relançado. Este relançamento poderia ser lido por um discurso de recuperação, mas a hipótese complementar aqui proposta é a de que deva ser lido por um discurso de continuidade (LOTMAN, 1996). Desde seu projeto de reativação, que se iniciou em 2007, suas obras vêm realizando uma comunicação apoiada na figura do cisne , a mais midiática das imagens associadas à dança, transformado em uma memória espectral pela sua difusão no jornalismo cultural e na publicidade nas mais distintas mídias. O processo de comunicação que se estabelece a partir da conjugação dessas mídias é aqui trabalhado a partir da noção de carta (mapa) de navegação (HUTCHINS, 1996), em que cultura, corpo e cognição são dados como mediadores conectados entre si. Nesse viés, reforça-se a hipótese de que a memória é uma cartografia, ou seja, a junção de vários mapas que se comunicam na grande esfera da cultura. O corpus desta pesquisa foi organizado através de três dossiês: o primeiro reuniu o que foi publicado sobre o Grupo Pró-Posição no jornalismo cultural (regional e nacional); o segundo compilou os outros materiais existentes sobre o grupo em diversas formas midiáticas, propondo uma reflexão sobre os modos de registro e sua visibilidade nas mídias; e o terceiro reuniu publicações e outros registros que discutem e apresentam a construção da metáfora do cisne no ambiente da dança. No quadro teórico da pesquisa, a Teoria Corpomídia (KATZ e GREINER) media o diálogo entre os estudos sobre jornalismo cultural (PIZA, 2003; COELHO, 2006), os que investigam as tensões entre mídias e cultura (PRADO, 2006; HUTCHINS, 1996; LOTMAN, 1996) e aqueles que conflitam as relações entre historiografia e memória (HARTOG, 2011; TAYLOR, 2003)
Abstract: This thesis discusses the role of cultural journalism in the reactivation of the Pró-Posição dance group. From the tensions between cultural journalism and body (here suggested as a mediator and an agent of culture), both of them seen as bodymedia (KATZ & GREINER, 2001, 2003, 2004, 2005), we suggest the hypothesis of the memory in the dance as a cartography of media maps generating continuity between past and present. The Pró-Posição activities began in 1973 and lasted until 1983; in the 90s some occasional appearances took place until its full resurgence in 2008. Although the reactivation of the group can be seen as a recuperation, the hypothesis here suggests a speech of continuity (LOTMAN, 1996). Since its reactivation, the group has been using the reference of swan -- an animal image associated with dance and considered the most spectral memory used in cultural journalism and publicity. The process of communication as a result of the combination of these media is based on the notion of navigation charts (HUTCHINS, 1996), in which the culture, the body and the cognition are seen as mediators interconnected. This consideration reinforces the hypothesis of memory as a mapping, in other words, the junction of several maps that communicate with each other in the great sphere of culture. The corpus of this research was organized in three dossiers: the first refers to several reports of Pró-Posição group in cultural journalism (regional and national); the second results from the compilation of materials concerned to the group in other media forms in order to propose a reflection about them and about its visibility in the media; and the third deals with publications and other references discussing the construction of the metaphor of swan in the dance domain. In the theoretical aspect of the research, the Bodymedia Theory (KATZ & GREINER) mediates the dialogues in cultural studies of journalism (PIZA, 2003; COELHO, 2006), the tensions between media and culture (PRADO, 2006; HUTCHINS, 1996; LOTMAN, 1996) and the relationships between historiography and memory (HARTOG, 2011; TAYLOR, 2003)
Palavras-chave: Comunicação
Memória
Jornalismo cultural
Corpomídia
Grupo pró-posição
Cisne
Communication
Memory
Cultural journalism
Bodymedia
Swan
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Camargo, Andréia Vieira Abdelnur. Cartografias midiáticas: o corpomídia na construção da memória da dança. 2012. 205 f. Tese (Doutorado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4443
Data de defesa: 17-Oct-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andreia Vieira Abdelnur Camargo.pdf4,65 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.