???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4466
Tipo do documento: Tese
Título: A midiatização das companhias oficiais de dança no Brasil: ecos de comunicação entre público e privado
Título(s) alternativo(s): Mediatization of official dance companies in Brazil: communication echoes between the public and the private
Autor: Teixeira, Ana Cristina Echevenguá 
Primeiro orientador: Katz, Helena Tânia
Resumo: No Brasil, quando se fala sobre companhias oficiais de dança, o que primeiro aparece é a negligência do jornalismo cultural no que diz respeito à complexidade do que elas envolvem. O que se sabe sobre seu funcionamento se as mídias silenciam, sem informar sobre os comprometimentos advindos da sua forma de financiamento ser atrelada a leis e decretos que ignoram a sua natureza artística? Se o jornalismo cultural não explora os meandros da relação de poder entre arte e Estado, que se manifesta na forma de existência artística dessas companhias, o que, de fato, se torna público a seu respeito? Esta tese parte da hipótese de que o sucesso que o modelo francês de companhia oficial, de raízes ligadas a Luís XIV, teve no Brasil encontrou, na presença colonial portuguesa, nos espetáculos que aqui foram apresentados e nos críticos das épocas a que cada um desses fenômenos se refere, aliados potentes para o ativamento dessa construção vitoriosa. Com a Teoria Corpomídia (KATZ; GREINER, 2001, 2003, 2005, 2006), foi possível alavancar a hipótese de que as companhias oficiais atuam comunicando a sua ideologia colonial (as monarquias centro-europeias dos séculos XVII, XVIII e XIX) e as condições políticas de sua fundação nos locais onde se estabelecem. Essa dupla vinculação encontra-se encarnada na sua própria estrutura de funcionamento. Essa hipótese pode ser construída quando se entende o corpo em codependência com os ambientes, em um processo permanente de transformações de ambos, como propõe o conceito de corpomídia. Articulando a reflexão pós-colonial de Agamben (2004), Bhabha (2007), Buarque de Holanda (1995, 2010), Elias (1990, 1993, 2001), entre outros teóricos dedicados à imbricação da comunicação com a cultura, tornou-se possível pesquisar a situação das 15 companhias brasileiras oficiais de dança por meio da relação entre mídia e poder. A pesquisa teve como objetivo evidenciar que para modificar a situação atual torna-se necessário dar visibilidade midiática para a relação dança-Estado, levando em conta a comunicação precária hoje existente. Foram realizadas entrevistas com os diretores dessas companhias, bem como uma revisão bibliográfica que agregou aos autores citados o vasculhamento de Diários Oficiais e documentos históricos preciosos encontrados nos acervos da Bibliothèque Nationale de France (BNF), sobretudo na Bibliothèque-Musée de L Opéra, graças à uma bolsa-sanduíche de quatro meses concedida pela CAPES
Abstract: In Brazil, when one refers to official dance companies, what first comes up is the cultural journalism ignorance regarding the complexity they imply. What can be known about their operation if the media is silent, without informing the commitments arising from the fact their funding form is linked to laws and rulings that ignore their artistic nature? If the cultural journalism fails to explore the particular aspects of the power relationship between art and State manifested in the artistic existence of these companies, what does actually become public about them? This paper is based on the hypothesis of how successful the French model of official company, whose roots are connected to Louis XIV, was in Brazil, before the Portuguese colony, in the shows that took place here and before the critics at the times each one of these phenomena refers to, important allies to activate such victorious building. With Corpomídia Theory (KATZ; GREINER, 2001, 2003, 2005, 2006) it was possible to leverage the hypothesis that official companies operate by communicating their colonial ideology (the monarchies of Central Europe in the XVII, XVIII and XIX centuries), and the political terms of their foundation at the places where they are established. This double connection is found in its very own operation structure. This hypothesis can be built when one understands the body in codependence with the environments, in an ongoing process of changes of both environments, as the corpomídia concept suggests. By articulating the post-colonial reflection made by Agamben (2004), Bhabha (2007), Buarque de Holanda (1995, 2010), Elias (1990, 1993, 2001), among other researchers devoted to the embeddedness of communication with culture, it was possible to research the situation of the 15 Brazilian official dance companies through the relationship between media and power. The purpose of the research was to show that, in order to change the current situation, it is necessary to provide media visibility to the dance-State relationship, taking into account the weak communication of these days. Interviews with the directors of these companies were carried out, as well as bibliographic review that added to the authors mentioned the research of Brazilian Federal Registers, and valuable historical documents found in the collection of Bibliothèque Nationale de France (BNF), mainly at Bibliothèque-Musée de L Opéra, thanks to a four-month scholarship granted by CAPES
Palavras-chave: Jornalismo cultural
Corpomídia
Companhias oficiais de dança
Colonialismo
Relação arte-Estado
Luís XIV
Cultural journalism
Corpomídia
Official dance companies
Colonialism
Art and state relationship
Louis XIV
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Teixeira, Ana Cristina Echevenguá. Mediatization of official dance companies in Brazil: communication echoes between the public and the private. 2012. 126 f. Tese (Doutorado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4466
Data de defesa: 9-Nov-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Cristina Echevengua Teixeira.pdf1,07 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.