???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4606
Tipo do documento: Tese
Título: A economia das imagens do esporte: produção, reprodução e valoração de bens imagéticos nos ambientes midiáticos dos megaeventos esportivos
Autor: Campos, Anderson Gurgel 
Primeiro orientador: Baitello Junior, Norval
Resumo: Esta pesquisa investiga a gestão das imagens espetaculares do esporte nos megaeventos. O esporte moderno de alta competição, base dos megaeventos esportivos, é fonte de um sistema complexo de produção e reprodução de imagens e símbolos sociais e é gerador de imagens economizadas ou seja, com acúmulo de valores e significados , e que constroem vínculos entre agentes desses tipos de atividades e seus públicos, o que, por fim, reverte-se em capital e imagem. Esse assunto torna-se mais relevante com a realização no País da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos Rio 2016 no Brasil. A hipótese principal desta pesquisa de doutoramento é a de que as imagens que circulam nesses megaeventos organizam-se não mais na relação com os seus referentes corporais ou seja, atletas, locais ou competições , mas sim com outras imagens, gerando um espetáculo imagético que se constrói a partir de um princípio econômico. Esta pesquisa, que pretende analisar os megaeventos enquanto ambientes midiáticos do esporte, permite mostrar que há uma economia, um princípio operativo entre jogo, esporte e megaeventos, a partir de imagens. A referência aqui é o conceito grego oikonomia e suas derivações na economia teológica, que subsidiam a ideia de uma economia da imagem, que se liga à organização e à gestão dos recursos imagéticos na relação entre o homem e seu imaginário. O objetivo é investigar a construção dos ambientes midiáticos e verificar a pertinência de se falar na existência de uma economia da imagem do esporte, responsável pela transformação de megaeventos esportivos e de seus agentes em mercadorias da sociedade de consumo. No conceito de jogo e esporte, as referências são Huizinga e Caillois. Para esporte, as referências são Bourdieu, a partir do conceito de comunicação no esporte, e Wulf e Gabauer, sobre a mimese no jogo esportivo. Serão também fundamentais os conceitos de imagem, evento e de aparelho de Flusser. E, por fim, a partir de Agamben, Mondzain e Polanyi, alicerça-se o conceito de economia das imagens, o que permite, em diálogo com a teoria do espetáculo, de Debord, e da Iconofagia, de Baitello Jr., entender a essência do consumo esportivo na sociedade contemporânea
Abstract: This research investigates the management of spectacular images of the sport in mega events. The top-level modern sport, the basis of mega sports events, is a source of a complex system of production and image reproduction and social symbols, and of economized images this is, with the accumulation of values and meanings and it is also a bridge between those agents of these types of activities and their audiences, which ultimately reverts to capital and image. This issue becomes more relevant due to the fact that Brazil will host both World Cup in 2014 and Olympics in 2016. The main hypothesis of this doctoral research is that the images that circulate in these sports mega events are organized not in relation to their body related this is, athletes, local or competition but with other images, creating an imagery show that is constructed from an economic principle. This research, which aims to analyze the sport mega-events as media environments, allows us to show that there is an economy, an operating principle between play, sport and mega-events, from images. The reference here is the Greek concept of oikonomia and its derivations in economic theology, which support the idea of an economy of the image, which binds to the organization and management of pictorial resources in the relationship between the man and his imaginary. The objective is to investigate the construction of media environments and test the validity of speaking in the existence of an economy of image of the sport, responsible for the transformation of sports mega-events and their agents in goods of the consumer society. In the concept of game and sport the references are Huizinga and Caillois. For sport, the references are Bourdieu, from the concept of communication in sport, and Wulf and Gabauer on mimesis in the sports game. For concepts of image, event and apparatus, the ideas of Flusser are also crucial. And finally, from Agamben, Mondzain and Polanyi, the concept of economy of images is supported, which allows, in dialogue with the theory of the spectacle, Debord and Iconofagia by Baitello Jr., we can understand the essence of sports consumption in contemporary society
Palavras-chave: Economia da imagem do esporte
Megaeventos esportivos
Espetáculo esportivo
Gestão da imagem
Economy of image of sport
Sports mega events
Sports entertainment
Image management
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Campos, Anderson Gurgel. A economia das imagens do esporte: produção, reprodução e valoração de bens imagéticos nos ambientes midiáticos dos megaeventos esportivos. 2014. 243 f. Tese (Doutorado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4606
Data de defesa: 18-Mar-2014
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Anderson Gurgel Campos.pdf42,68 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.