REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/4710
Tipo: Tese
Título: A possibilidade da realidade objetiva na imagem: a comunicação na experiência estética em sua via negativa
Autor(es): Oertzen, Monica Von
Primeiro Orientador: Katz, Helena Tânia
Resumo: Uma modalidade da comunicação que implica na reflexão da experiência estética enquanto assimilação da coisa em sua unidade de sentido e em sua referência interna com a vida. Fazendo desta a sua questão, esta tese assinala a relação de continuidade existente entre a realidade, a imagem e a atividade intelectiva, propondo a hipótese da imagem interna não formar uma coisa distinta daquilo da qual é imagem, sendo dela propriamente uma emanação formal. Indagando-se pela disposição e complexidade dos nexos intrínsecos entre o ato de recebe-la e transmiti-la, reconhece que a escolha da via negativa implica num aperfeiçoamento contínuo que se perfaz pelas experiências enquanto capacidades adquiridas, necessárias para aproximação da nossa subjetividade aos princípios constituintes objetivos do que se visa apreender. O objetivo é o de salientar que este contínuo exercitar pode trazer tanto aquele que percebe como aquilo que é percebido, e que no seio desta semiose se faz um outro modo de aprender, que nos faz superar os limites de considerar a imagem apenas como um produto arbitrário, subjetivo ou recreativo. Para tal, fundamenta-se, dentre outros, em Gadamer (2008), Heidegger (1986, 2010), Agamben (2007), Damásio (2000, 2011), Tomás de Aquino (2001, 2005) e Tolstói ( 2002)
Abstract: A genre of communication that implicates on the reflection of the aesthetic experience as the assimilation of the "thing" in its unit of meaning and in its internal reference with life. Making it your question, this thesis marks the existing relation of continuity between the reality, the image and the intellective activity, proposing the hypothesis of the interior image not to form a distinct thing from which is the image, being it a formal emanation. Inquiring if the availability and complexity of the intrinsic nexus between the act of receiving it and transmitting it, recognizing the choice of the negative way implicates on a continuous improvement that makes up for the experience while the skills acquired, are necessary for the approximation of our subjectivity to the constituent principles objectives that it seeks to grasp. The objective is to accentuate that the continuous exercising may bring out the one who perceives but also what is perceived, and that within this semiosis makes another way of learning, which leads us to overcome the limits of considering the image just as arbitrary, subjective or recreative. For such, it is based, among others, in Gadamer (2008), Heidegger (1986, 2010), Agamben (2007), Damasio (2000, 2011), Thomas Aquinas (2001, 2005) and Tolstoy (2002)
Palavras-chave: Imagem
Experiência
Estética
Via negativa
Image
Experience
Esthetic
Negative way
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Oertzen, Monica Von. A possibilidade da realidade objetiva na imagem: a comunicação na experiência estética em sua via negativa. 2015. 108 f. Tese (Doutorado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4710
Data do documento: 30-Jun-2015
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Monica Von Oertzen.pdf
  Restricted Access
958,49 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.