???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4853
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSantos, Valeria Lima Antunes dos-
dc.contributor.advisor1Lopes, Ruth Gelehrter da Costa-
dc.date.accessioned2016-04-26T18:16:01Z-
dc.date.available2005-03-09-
dc.date.issued2005-04-07-
dc.identifier.citationSantos, Valeria Lima Antunes dos. Pais que retornam a residir com os filhos na velhice: novas ou velhas parcerias?. 2005. 106 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/4853-
dc.description.resumoO aumento da longevidade no Brasil repercute em todas as camadas sociais; há uma crescente preocupação diante do envelhecer. As ciências médicas e a tecnologia vêm proporcionando ao ser que envelhece maior qualidade de vida. Mas, como viver estes anos a mais, com dignidade e ter os direitos garantidos? Em nossa sociedade, a família ainda é o elo entre o indivíduo e a comunidade na qual esse sujeito se insere. Portanto, é a mola mestra que lança o sujeito para a vida. Conseqüentemente, é responsável pelo ser que se forma. Há que se pensar a respeito dos cuidados que cabem a essa instituição, para com os seus membros mais velhos, quando esses vínculos afetivos permanecem fortes. O trabalho aqui realizado procurou conhecer como o idoso percebe a instituição família na atualidade, como se relaciona com as diferentes gerações, quais são as dificuldades nesse convívio e como se organiza internamente diante das contradições. Para tanto, a análise qualitativa permitiu, mediante o olhar desse sujeito velho, compreender como enfrenta esse novo período de transição e a maneira como dá continuidade aos projetos de vida que foram postergados. Foi possível identificar um crescente comprometimento desse segmento etário em tomar para si a conquista do que considera significativo. Mesmo residindo com a família, demonstra que preserva a autonomia e a responsabilidade por suas escolhas.por
dc.description.abstractThe increase in longevity in Brazil has repercussions on all the social layers; there has been a growing concern about aging. Medical sciences and technology have been offering a better quality of life to the aging being. However, how can one live these extra years with dignity, having their rights guaranteed? In our society, the family still is the link between the individual and the community in which this subject is inserted. Therefore, it is the main spring that launches the subject to life. Consequently, it is responsible for the being that is formed. It is necessary to think about the cares that are the responsibility of that institution towards its older members, when these affective bonds remain strong. The present work aimed to investigate how the elderly person perceives the family institution nowadays, how he relates to the different generations, what difficulties he encounters in this relationship, and how he organizes himself internally before the contradictions. To achieve this, the qualitative analysis allowed to understand, through the look of this old subject, how he faces this new transition period and the way in which he continues the life projects that had been postponed. It was possible to identify an increasing commitment of this age segment to taking into their own hands the success for achieving what they consider significant. Although living with the family, the elderly person demonstrates that he preserves the autonomy and responsibility for his choices.eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-04-26T18:16:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Pais que retornam a residir com os filhos.pdf: 331608 bytes, checksum: c2a87624be49139ad49c47ca423304f8 (MD5) Previous issue date: 2005-04-07eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/13605/Pais%20que%20retornam%20a%20residir%20com%20os%20filhos.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentComunicaçãopor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semióticapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAgingeng
dc.subjectFamilyeng
dc.subjectCo-residenceeng
dc.subjectCo-generationeng
dc.subjectEnvelhecimentopor
dc.subjectIdosospor
dc.subjectFamíliapor
dc.subjectCo-residênciapor
dc.subjectCo-geraçãopor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::OUTRAS SOCIOLOGIAS ESPECIFICASpor
dc.titlePais que retornam a residir com os filhos na velhice: novas ou velhas parcerias?por
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Pais que retornam a residir com os filhos.pdf323,84 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.