???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5101
Tipo do documento: Dissertação
Título: Cognição em diálogo: Vigotski e Thelen
Autor: Torres, Vera Lúcia Amaral 
Primeiro orientador: Katz, Helena Tânia
Resumo: "Cognição em diálogo" é o resultado de uma pesquisa iniciada em 1998, que teve como principal objetivo aproximar algumas teorias voltadas ao entendimento da natureza, funcionamento e desenvolvimento da cognição humana. Portanto, trata-se de uma pesquisa de caráter teórico. Dada a dinamicidade com que este tema vem sendo tratado nos últimos anos, foram escolhidos dois autores de épocas e lugares distintos, afim de representarem o fluxo das idéias e tornarem possível a percepção de como perguntas semelhantes podem ganhar diferentes respostas e gerar diferentes explicações, de acordo com seus diferentes contextos.Tornou-se, desta maneira, visível a importância de se entender os percursos, os modos como se organizam as diferentes teorias. Optou-se, assim, por se realizar uma espécie de diálogo entre duas teorias distintas. As bases teóricas estão fundamentadas em algumas idéias do psicólogo russo L. S. Vigotski, assim como nos desdobramentos de sua obra, e em alguns estudos da psicóloga e cientista cognitivista Esther Thelen, considerando contexto no qual suas pesquisas estão inseridas. Faz-se aqui também uma referência ao grande debate presente na história do pensamento humano decorrente das diferentes maneiras de se perceber o mundo, alternando-se entre concepções empiristas e racionalistas, inatistas e ambientalistas, materialistas e idealistas. Estes diferentes ângulos acabaram contribuindo para um generalizado entendimento dual dos diferentes fenômenos, gerando recorrentes separações entre pensamento e ação, corpo e mente, natureza e cultura, indivíduo e meio, e outras derivações. Desta maneira, pretende-se recolocar a ação, o corpo e o ambiente na discussão sobre a cognição humana, ressaltando a importância destes dentro de uma visão que procura perceber o mundo de maneira a não separar, a não hierarquizar suas diferentes manifestações, mas sim valorizar seus aspectos específicos, entendendo-os como integrantes de uma complexidade ainda maior, que só pode ser percebida na teia de relações de um processo histórico e dinâmico
Abstract: "Cognitionin Dialogue" is the result of a research thath as begun in 1998, that has the main objective to contrast some theories which focus on understanding of nature, operation and development of human cognition. There fore, it is a theoretical research. Observing the dynamic movement that has envolved the theme in the last years, two authors from different time and places where chosen in order to represent the flow of ideas and make possible the perception of how similar matters can get different answers and generate different explanations, according to its different contexts. It became, then, clear the importance of understanding the course and the manner these different theorics were organized. So, the procedure chosen was a dialogue between two different theories. The theoretical basis is grounded upon some of the Russian psychologist L. S. Vigotski ideas, as well as some of the ideas generated by his work and up on some concepts of the psychologist and cognitive scientist Esther Thelen, in the broader cognitive context to which her studies belong. Last, but not least, a reference is made to the vast debate present in the history of the human thought due to the different ways of perceiving the world, being alternated between empirical and rational, inner and environmental, materialistc and idealistic conceptions. These different angles ended up contributing to a widespread dual understanding of different phenomena, generating separations between thought and action, body and mind, nature and culture, and many other aspects. We intend to replace the role of action, body and environment in the discussion about human cognition, calling our attention to the importance of a viewpoint that tries to notice the world in order not to separate, not to make the different manifestations hierarchical, but reinforcing its specific aspects, understanding them as part of an even larger complex procedure that can only be realized in the tissue of relationships of a historical and dynamic process
Palavras-chave: Thelen, Esther -- Critica e interpretacao
Vygotsky, Lev Semenovich 1896-1934 -- Critica e interpretacao
Cognicao
Cerebro
Ciencia cognitiva
Consciencia
Cultura
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Torres, Vera Lúcia Amaral. Cognição em diálogo: Vigotski e Thelen. 2000. 97 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2000.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5101
Data de defesa: 30-Nov-2000
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vera Lucia Amaral Torres.pdf5,23 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.