REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/5194
Tipo: Tese
Título: (Sopa de) carne, osso e silício: as metáforas (ocultas) na dança-tecnologia
Autor(es): Santana, Ivani Lúcia Oliveira de
Primeiro Orientador: Katz, Helena Tânia
Resumo: Esta tese toma como objeto as relações entre a tecnologia e o corpo, sendo a dança que este corpo realiza aqui compreendida como uma forma de comunicação e o corpo, como a mídia onde ela ocorre. Tanto o corpo como o ambiente no qual ele habita serão tratados como resultados temporários de processos inestancáveis de fluxos de informação. Este trânsito ininterrupto promove uma contaminação mútua: do corpomídia e do ambiente. Através do entendimento de que o vivo resulta de processos de comunicação, a relação entre o corpo biológico e o tecnológico será apresentada com a perspectiva de propor uma revisão para os modos de entender os dois corpos, agora não mais separados e distintos. Os meios bio e tecno são mutuamente transformadores e transformados. A dança-tecnologia será localizada somente como um constructo nascido nos tempos da relação homem-computador, embora pudesse ser trabalhada também em outros momentos históricos. As dicotomias mente/corpo, natureza/cultura, natural/artificial, real/virtual, que ainda teimam em construir tantos discursos, não serão consideradas. Elas desaparecem para dar lugar à compreensão do corpomídia (mídia da evolução, resultado histórico dos acordos entre informação e ambientes). Vale salientar que se trata de uma pesquisa teórico-prática, também inspirada na existência de uma metáfora que conduz ao entendimento equivocado da tecnologia no contexto contemporâneo e à sua fetichização. Tal metáfora - a Metáfora de Frankenstein - leva a consequências enganosas. A imagem desse monstro servirá para apresentar as duas faces que conduzem, cada uma a seu modo, a entendimentos imprecisos sobre a tecnologia. Por um lado, ser uma vilã, responsável pela deterioração da sociedade; e, de outro, constituir-se como a solução para desvendar os mistérios da humanidade. Se forem rompidas as barreiras definidoras de natureza versus cultura e se o homem e sua cognição forem vistos como pertencentes e entrelaçados, a tecnologia ganhará um outro sentido e facilitará a compreensão de buscas artísticas como a da dança-tecnologia
Palavras-chave: Arte e tecnologia
Danca
Danca e tecnologia
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Santana, Ivani Lúcia Oliveira de. (Sopa de) carne, osso e silício: as metáforas (ocultas) na dança-tecnologia. 2003. 173 f. Tese (Doutorado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2003.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5194
Data do documento: 14-Mai-2003
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ivani Lucia Oliveira de Santana.pdf2,2 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.