REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Direito
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/7995
Tipo: Tese
Título: Contribuição ao estudo das questões prévias sob o prisma dos limites objetivos da coisa julgada
Autor(es): Alvim, Thereza Celina Diniz de Arruda
Primeiro Orientador: Oliveira Junior, Waldemar Mariz de
Resumo: Após ter situado os conceitos de interesse e lide, analisa a autora as questões que devem ser examinadas antes do mérito, ou seja questões ditas prévias. Propõe, também, a caracterização e distinção entre ponto, questão, questão prejudicial e causa prejudicial. Analisa, em seguida, a posição da doutrina sobre a extensão de abrangência da autoridade da coisa julgada, atualmente, comparando-a com aquela adotada no Código de Processo Civil de 1939 e com a posição da doutrina nacional e estrangeira a respeito
Palavras-chave: Coisa julgada -- Brasil
Processo civil -- Brasil
Conflito de interesses
Sentenca
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITO
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Direito
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Direito
Citação: Alvim, Thereza Celina Diniz de Arruda. Contribuição ao estudo das questões prévias sob o prisma dos limites objetivos da coisa julgada. 1974. 123 f. Tese (Doutorado em Direito) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1974.
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/7995
Data do documento: 30-Dez-1974
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Direito

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
thereza celina diniz de arruda alvim.pdf
  Restricted Access
4,04 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.