REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/9289
Tipo: Dissertação
Título: A economia brasileira ao longo da década de 1990 e a crise cambial de 1999: um estudo econométrico baseado nos modelos de primeira e segunda geração
Autor(es): Miyake, Adriana Keiko
Primeiro Orientador: Carvalheiro, Nelson
Resumo: As transformações ocorridas nas últimas décadas na economia internacional provocaram graves crises monetárias e fmanceiras em diversos países, resultando em crises cambiais e no abandono do regime de câmbio fixo. O aumento do poder do capital financeiro sobre o produtivo, decorrente da maior abertura e da desregulamentação dos mercados financeiros, foi um dos fatores que aumentou a vulnerabilidade de economias menos preparadas para essas mudanças, como foi o caso de muitos países em desenvolvimento. Ainda, a abertura comercial ocorrida nesses países expôs seu setor produtivo à crescente concorrência externa de grandes empresas multinacionais. Aliada a esses fatores, a forma com que a política foi conduzida por seus respectivos governos contribuiu para a deflagração da cnse. A crise cambial brasileira, ocorrida no início de 1999, acarretou problemas para toda a economia brasileira. Diante disso, este trabalho procurou estudar os fatores que poderiam ser apontados como responsáveis por esse acontecimento, para que, no futuro, situações semelhantes sejam previstas com maior antecedência e para que medidas sejam tomadas para evitar este tipo de desfecho. Foi feito um acompanhamento da economia, ao longo da década de 1990, para se identificar as variáveis que levaram à crise cambial. A partir disso, foi utilizado um instrumental matemático (regressão do tipo Probit) para se chegar a um modelo econométrico que relacionasse essas variáveis à probabilidade de ocorrência de crise. Diferentemente do que ocorreu nos países do leste asiático, que suscitou o desenvolvimento dos modelos chamados de terceira geração, o resultado obtido no caso brasileiro se mostrou em conformidade com aspectos tanto dos modelos de primeira quanto de segunda geração
Palavras-chave: Economia brasileira
Crise cambial
Modelos de primeira, segunda e terceira geração
Probit
Modelo econométrico
Brazilian economy
Currency crisis
First, second and third generation models
Probit
Econometric model
Brasil -- Politica economica -- 1990-1999
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Economia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política
Citação: Miyake, Adriana Keiko. A economia brasileira ao longo da década de 1990 e a crise cambial de 1999: um estudo econométrico baseado nos modelos de primeira e segunda geração. 2006. 130 f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9289
Data do documento: 20-Jun-2006
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao Adriana Keiko Miyake.pdf3,66 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.