???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14029
Tipo do documento: Tese
Título: Estudo fonético-acústico das vogais do português brasileiro: dados da produção e percepção de fala de um sujeito deficiente auditivo
Autor: Mendes, Beatriz de Castro Andrade 
Primeiro orientador: Madureira, Sandra
Resumo: As relações entre a percepção e produção de fala vêm sendo estudadas no campo da fonética acústica, visando a estruturação de modelos teóricos. O estudo dessas relações com sujeitos deficientes auditivos possibilita o aprimoramento desses modelos e a compreensão de questões relacionadas ao processo de desenvolvimento de habilidades de produção e percepção de fala desses sujeitos. Este estudo analisou a relação entre produçãoe percepção das sete vogais do português brasileiro por um sujeito deficiente auditivo portador de perda auditiva neurossensorial bilateral severa à direita e profunda à esquerda, usuário de aparelho de amplificação sonora individual. Um sujeito com audição normal serviu como referência. A análise acústica compreendeu medidas de freqüência em Hertz e transformações em Bark dos três primeiros formantes e da freqüência fundamental, além de medidas de duração das vogais em contexto de consoantes plosivas não vozeadas. A análise da percepção auditiva do sujeito deficiente auditivo envolveu tarefas de discriminação e identificação das vogais produzidas pelo sujeito ouvinte e pelo próprio sujeito deficiente auditivo. Os resultados da análise acústica mostraram semelhança na distribuição de valores de formantes das vogais produzidas pelos dois sujeitos mas maior dispersão para a produção do sujeito deficiente auditivo. Pôde-se observar certa sobreposição de espaços acústico-articulatórios das vogais adjacentes produzidas por esse sujeito, mais acentuada entre as vogais posteriores. Constatou-se, também, que a duração das vogais em sua fala variou em função do envolvimento da ação de um ou mais articuladores na coarticulação entre consoante e vogal. Os resultados da análise perceptivo-auditiva evidenciaram uma dificuldade maior quanto à identificação e discriminação entre vogais adjacentes, quando estiveram envolvidos o grau de abertura da mandíbula e arredondamento dos lábios. Os dados foram discutidos à luz do modeloquântico de Stevens (1989) e da teoria da dispersão de Lindblom (1990). As implicações clínicas, no que se refere ao uso de sistemas de amplificação sonora e ao processo terapêutica fonoaudiológicodo deficiente auditivo, foram consideradas em relaçãoàs possíveis contribuições da Fonética Acústica
Abstract: The relationship between perception and production of speech has been studied in the area of Acoustic Phonetics aiming at developing and improving theoretical models. Considering this relationship in hearing-impaired subjects' speech production allows a refinementof these modelsand further understanding of issues related to the process of developing production and perception speech skills in these subjects. The present study analyzed the relationship between production and perception of the seven vowels of the Brazilian Portuguesa in a subjectwith bilateral hearing impairment, severa on the right Barand profound on the left, usar of hearing aids. Productionsof a subject with normal hearing were used as a reference.The acoustical analysis included frequency measurements in Hertz and conversions into Bark of the three first formants and fundamental frequency and measurements of the duration of vowels in a context of voiceless plosives consonants.The analysis of auditory perception of the hearing impaired subject included tasks of discrimination and identification of vowels produced by the hearing subject and by himself. The results of the acoustical analysis demonstrated similarities in the distribution of formant values of the produced vowels by both subjects, howeverthere was greater dispersion for the production of the hearing-impaired subject. Overlapping of the acoustic-articulatory spaces was observedfor adjacent vowels produced by this subject, particularly among the backvowels. It was algoob servedthat the duration of vowelsin his speech, varied according to the involvementof one or more articulators within the coarticulation between consonant and vowel. The results of the auditory perceptive analysis indicated greater difficulty on the pari of the hearing-impairedin identifying and discriminating between adjacent vowels, whenever their production involved different degrees of jaw lowering or lip rounding. The data were discussed accordingto the Quantal Modelof Stevens(1989) and the theory of dispersion by Lindblom (1990). Possible contributions of the Acoustic Phonetics area of knowledge were addressed in the discussion of clinical implications, including issues related to hearing aids and language and auditory therapeutic intervention for the hearing impaired
Palavras-chave: Percepcao da fala
Surdos
Fonetica acustica
Producao de fala
Vogais
Analise fonetico-acustica
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Mendes, Beatriz de Castro Andrade. Estudo fonético-acústico das vogais do português brasileiro: dados da produção e percepção de fala de um sujeito deficiente auditivo. 2003. 183 f. Tese (Doutorado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2003.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14029
Data de defesa: 30-Nov-2003
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Beatriz de Castro Andrade Mendes.pdf12,06 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.